Redução de equipe: como comunicar o corte de custos

A redução de equipe é um processo normal, que quase todo gestor terá que enfrentar algum dia. Visto que épocas de instabilidade do mercado e da economia trazem como consequência a redução de demandas e do lucro das empresas. 

Seja para o controle de gastos, ou como parte de decisões estratégicas internas, o corte de funcionários é um momento de apreensão para alguns os gestores. Afinal, como comunicar a demissão a um colaborador de maneira transparente e profissional?    

No post de hoje nós separamos algumas dicas para auxiliar os gestores na comunicação da redução da equipe aos funcionários. Continue acompanhando para conhecer todas as dicas.

O processo demissional

Independente do setor de atuação ou tamanho do empreendimento, o momento da demissão do colaborador deve ser tratado com seriedade e transparência. 

Antes de comunicar a decisão ao funcionário, o gestor precisa ter em mente os critérios que levaram a empresa a optar pelo desligamento, seja tempo de casa, importância da função para as atividades internas, produtividade, profissionalismo, dentre outros. 

Apresentar argumentos sólidos e verdadeiros agiliza o processo demissional e evita que o colaborador tente argumentar contra seu desligamento, ou que considere uma decisão negociável.

Mas como comunicar o corte de custos? 

Como a redução de equipe é um momento negativo, é importante que os gestores saibam agir com profissionalismo e sinceridade para facilitar ao máximo o processo.  

Por isso, confira agora algumas dicas de como comunicar o corte de custos corretamente para sua equipe.

  • Local adequado: O primeiro passo ao comunicar a redução de equipe a um colaborador é escolher o local mais adequado. A demissão nunca deve ser anunciada na presença de outros funcionários, portanto, reserve uma sala tranquila e privada para conversar com o profissional.  
  • Clareza e objetividade: O gestor deve procurar ser o mais claro e breve possível ao comunicar o desligamento. Prolongar o processo ou não ir direto ao ponto pode aumentar o nervosismo do funcionário, bem como deixar espaço para dúvidas e desentendimentos. 
  • Decisão conjunta: É importante que o gestor não atribua a demissão a outros setores para ganhar empatia do funcionário. Ser sincero e comunicar que o desligamento foi uma decisão conjunta é uma postura profissional e transparente. 
  • Reconhecimento ao funcionário: Expressar gratidão e reconhecimento aos serviços prestados é uma atitude que ressalta a importância do colaborador na trajetória da empresa. Mas cuidado para não exagerar nos elogios e acabar soando artificial.  
  • Preocupação com o futuro: Após comunicar o desligamento, se mostre disposto a oferecer indicações e recomendar o colaborador a outras empresas, caso ele aceite. Procure também ouví-lo, e manifeste sua compreensão e preocupação com o futuro do profissional.

A redução de equipe é uma decisão difícil, que deve ser estudada considerando fluxo de trabalho da empresa e o futuro das atividades internas. 

Antes de optar pela demissão, os gestores podem considerar outras soluções para reduzir os custos e manter a saúde financeira da empresa, como a terceirização dos processos de RH.

Terceirizar o setor de Recursos Humanos representa maior economia com pessoal, uma vez que a empresa contratada passa a gerenciar processos de recrutamento e seleção, demissão e elaboração da folha de pagamento, elevando a qualidade dos serviços e evitando gastos extras com multas trabalhistas e eventuais erros de cálculo. 

Na hora de terceirizar o departamento de Recursos Humanos da sua companhia, procure as soluções de uma empresa séria e de qualidade. 

A RH Center possui mais de 20 anos de experiência na gestão estratégica de pessoas. Aliando tecnologia à expertise de processos, a equipe da RH Center administra todo o departamento pessoal da sua empresa com qualidade e agilidade de entrega. 

Acesse o site e reduza os custos internos com a terceirização da RH Center

 

Desenvolvido por TNB.studio