10 competências que todo profissional precisa ter em 2020

Ao longo do tempo, diversas profissões desaparecem e outras surgem com o avanço da tecnologia e inteligência artificial, por exemplo. Alguns fatores sócio-econômicos, geopolíticos e demográficos também têm efeito no mundo todo, influenciando o futuro das profissões. Assim, para melhorar o desenvolvimento pessoal e profissional, algumas competências são essenciais para todas as áreas.

De acordo com o relatório “The Future of Jobs”, do Fórum Econômico Mundial, 35% das habilidades mais exigidas para a maioria das ocupações deve mudar até 2020. Alguns setores serão mais afetados do que outros, mas todos os trabalhadores precisam aprimorar seu desenvolvimento pessoal e profissional e adquirir competências importantes para ter sucesso no trabalho.

Confira as 10 competências que todo profissional vai precisar até 2020 de acordo com o relatório sobre o futuro do trabalho:

1. Resolução de problemas complexos

Esta habilidade era a mais requisitada para 2015 e continua no ranking de previsões para 2020, ocupando o primeiro lugar como a competência mais importante para profissionais no futuro. A resolução de problemas complexos pode ser definida como a capacidade de solucionar questões indefinidas em ambientes reais e, para isso, é preciso que o profissional tenha uma base sólida de pensamento crítico.

2. Pensamento crítico

No relatório, pensamento crítico é definido como o uso da lógica e da razão para identificar forças e fraquezas de soluções alternativas, conclusões e abordagens a problemas. Por isso, é importante que o profissional saiba se comunicar de forma clara e reconhecer o problema para buscar uma solução.

Essa competência está ligada à anterior e o profissional com pensamento crítico e capacidade de resolução de problemas complexos será o mais requisitado em 2020.

3. Criatividade

A criatividade é importante em todos os setores, já que as novas tecnologias exigem que os profissionais sejam criativos para assimilar e tirar proveito das mudanças. Além disso, os seres humanos têm capacidade criativa superior aos robôs, possibilitando que os funcionários tenham ideias inovadoras e desenvolvam alternativas para solucionar problemas.

4. Gestão de pessoas

Um gestor de sucesso tem a capacidade de identificar talentos, motivar e desenvolver pessoas, sendo uma peça essencial para o crescimento da organização. Saber gerenciar pessoas e lidar com suas questões contribui para o aumento da produtividade, motivação das equipes e faz com que os colaboradores se sintam acolhidos e tenham suas necessidades atendidas.

5. Coordenação

A colaboração entre pessoas no ambiente de trabalho é essencial para o funcionamento da organização, portanto pessoas com capacidade de coordenação são bastante requisitadas em diversas áreas. Manter um bom relacionamento com os outros colaboradores, saber se comunicar com todos e coordenar diferentes habilidades, temperamentos e talentos em torno dos mesmos objetivos são habilidades relevantes principalmente para líderes e gestores.

6. Inteligência emocional

A inteligência emocional está diretamente relacionada a outras competências profissionais e é fundamental para o aprimoramento do funcionário. Esta habilidade inclui avaliar e gerenciar as próprias emoções e as de outras pessoas para alcançar os resultados esperados. 

É importante destacar que as máquinas e inteligências artificiais não têm habilidades emocionais, portanto esta competência é necessária principalmente para líderes e gestores. Dessa forma, com as mudanças promovidas pela tecnologia, os seres humanos precisam saber como se adaptar e tirar vantagens para alcançar os melhores resultados.

7. Capacidade de julgamento e tomada de decisões

A capacidade de analisar todos os aspectos envolvidos e tomar decisões tendo em vista as metas da organização como um todo é essencial na rotina corporativa. Por isso, funcionários com habilidade em analisar dados e interpretar informações são cada vez mais requisitados e têm grande potencial de crescimento dentro da organização.

8. Orientação para servir

A inclinação para ajudar os outros é uma das habilidades mais requisitadas no mercado, principalmente em empresas de alimentos, serviços financeiros e tecnologia da informação, segundo o relatório sobre o futuro do trabalho. Essa competência é relevante para conhecer bem o seu público e oferecer as melhores soluções. Além disso, esse profissional também pode ajudar os consumidores a se adaptarem a mudanças causadas pela tecnologia.

9. Negociação

A capacidade de negociação é essencial para qualquer setor da economia, já que o relacionamento interpessoal e a conciliação de diferenças são cada vez mais necessários. Por isso, até mesmo profissionais em cargos técnicos devem desenvolver habilidades sociais e aprender a negociar com colegas, clientes e gestores. 

10. Flexibilidade cognitiva

A flexibilidade cognitiva é definida como a capacidade de criar ou usar diferentes conjuntos de regras para combinar e agrupar as coisas de maneiras diferentes. Ou seja, desenvolver esta capacidade é uma forma de ampliar a forma de pensar e imaginar modos diversos de resolver problemas. 

Nesse sentido, esta habilidade também é importante para o desenvolvimento pessoal do funcionário, que terá maior facilidade para se relacionar com pessoas diferentes e sair da zona de conforto.

Ao desenvolver estas competências, o profissional terá mais chances de se adaptar às mudanças e se manter no mercado de trabalho. A RH Center tem mais de 20 anos de experiência em gestão de pessoas e desenvolvimento profissional. Entre em contato com nossos consultores e encontre a solução para os recursos humanos da sua empresa.

 


Desenvolvido por TNB.studio