Hard skill e soft skill: Entenda a diferença entre os termos

Você já deve ter encontrado em currículos ou descrições de vagas algumas nomenclaturas em inglês para especificar alguns critérios de contratação, como a hard skill e a soft skill

Esses termos remetem às habilidades e competências exigidas, que podem ser tanto técnicas quanto comportamentais. Com isso, ao destacar hard skills e soft skills que deseja, o recrutador consegue atrair os candidatos certo com uma linguagem clara. 

Mas, para isso, temos que entender do que se trata cada um destes termos, correto? Vamos explicar os dois conceitos para facilitar o entendimento.

Saiba o que é hard skill

Quando falamos em hard skill, o termo está ligado às habilidades técnicas, experiência na posição e às competências que podem ser aprendidas com estudo e em treinamentos. Ou seja, com diplomas e certificados. 

As hard skills podem ser aprimoradas com a realização de cursos ou treinamentos específicos, de acordo com as necessidades da empresa.

Confira alguns exemplos de hard skill:

  • Conhecimento prático em equipamentos, softwares e plataformas;
  • Diplomas, certificados, treinamentos, cursos de especialização na área;
  • Experiências práticas e segmentadas da área;
  • Conhecimento específico de fala, escrita, revisão, edição, captação.

Na descrição de uma vaga, por exemplo, a empresa pode desejar um candidato com proficiência em língua inglesa, fluente em fala e escrita, vivência no exterior, curso de idiomas reconhecido por instituições da área e que saiba utilizar um software específico. 

Mas, vale lembrar, esse é apenas um exemplo! A maioria das hard skills podem se estender a tópicos mais detalhados da função. 

Por isso é fundamental que as habilidades técnicas exigidas para a vaga sejam identificadas antes do recrutamento, para facilitar que o anúncio alcance os candidatos corretos. 

E as soft skills? O que são?

As soft skills são capacidades mentais, emocionais e sociais, ou seja, habilidades interpessoais. Costumam carregar traços e características particularidades, de acordo com a experiência, cultura e educação de cada pessoa. 

Quando falamos de soft skill, nos referimos diretamente à forma de se relacionar e interagir com pessoas e ambientes. Ou seja, não são fáceis de serem desenvolvidas e nem identificadas durante o recrutamento.

Entre as soft skills mais desejadas do mercado, podemos citar:

  • Senso de liderança;
  • Busca constante por performance e resultados;
  • Proatividade e capacidade analítica;
  • Criatividade e poder de persuasão;
  • Excelente comunicação interpessoal;
  • Colaboração e adaptabilidade;
  • Capacidade de trabalhar sob pressão;
  • Produtividade e gestão de tempo.

Na prática, encontrar profissionais com as soft skills que mais trazem benefícios para a empresa no momento se torna um grande diferencial para a organização. 

Afinal, será possível alinhar toda a cultura organizacional, reduzindo a rotatividade de colaboradores e potencializando a valorização do capital humano

Hard Skills X Soft Skills

Já deu para perceber que os conceitos de hard skill e soft skill são completamente opostos, não é mesmo? A principal diferença está na identificação e desenvolvimento destas habilidades! 

Enquanto a hard skill podem ser encontradas de forma mais fácil no currículo do profissional, a soft skill exige uma avaliação mais específica e qualitativa. Mas são dois lados que se complementam não só na contratação mas também no desempenho do colaborador no ambiente de trabalho. 

Quais os impactos das hard skills e soft skills na empresa?

O clima organizacional depende diretamente da percepção que os colaboradores têm sobre a empresa, levando em conta as condições físicas e emocionais do trabalho. Para manter essa atmosfera adequada, os gestores devem encontrar um equilíbrio entre as habilidades técnicas e comportamentais. 

Vamos entender melhor com um exemplo! Se um colaborador não tem as hard skills necessárias para a sua função, ele pode gerar atrasos e erros que colocam em risco a operação do negócio. 

Do mesmo modo, um coordenador que não possui as soft skills exigidas para um cargo de liderança impede que tenha uma relação saudável e produtiva com os seus colaboradores. E isso afeta diretamente o clima organizacional!

Outra questão importante e que exige um equilíbrio das habilidades técnicas e comportamentais é a gestão de projetos! Atualmente, exige-se cada vez mais que as equipes sejam autogerenciáveis, uma característica que depende tanto de soft quanto de hard skills

É imprescindível que as tarefas sejam realizadas de forma ágil durante o dia a dia, sem conflitos internos e priorizando as estratégias mais assertivas. Neste caso, esse é um resultado que só pode ser conseguido com uma combinação do lado técnico com o comportamental!

Como desenvolver hard skills e soft skills?

A partir do momento que a empresa consegue definir as hard skills e soft skills necessárias para as equipes, pode pensar em iniciativas para estimular o desenvolvimento das aptidões desejadas nos colaboradores.

No caso das hard skills, a empresa pode oferecer:

  • palestras educativas;
  • treinamentos corporativos;
  • programas de capacitação;
  • financiamento de cursos e especializações;
  • material de treinamento.

Já em relação às soft skills, seu desenvolvimento pode exigir programas de acompanhamento individual. Com isso, a empresa pode identificar o que precisa ser trabalhado e focar em sua resolução para cada colaborador.

Também é possível promover palestras e workshops com foco na comunicação interpessoal, proatividade, criatividade e senso de liderança.

Vale lembrar que independente de como será feito essa estimulação para o desenvolvimento das hard skills e soft skills, a empresa deve ter pleno conhecimento do impacto de cada uma delas no ambiente de trabalho. 

Só assim será possível identificar o que pode ser aperfeiçoado e se dedicar para aplicar as soluções mais assertivas para a realidade da corporação. 

Precisa de ajuda para criar processos seletivos mais assertivos?

A RH Center está pronta para auxiliar na contratação de profissionais de alta performance e alinhados com a cultura organizacional da sua empresa! 

Com décadas de experiência na Gestão de Recursos Humanos, a RH Center conta com profissionais experientes, que identificam os potenciais dos seus colaboradores e ajudam a reduzir os índices de rotatividade.

Além disso, a RH Center atua como uma parceira estratégica das empresas, criando soluções em atração de talentos, recrutamento, seleção, Gestão de Pessoas, e até processamento da folha de pagamento com foco na potencialização de resultados.

Entre em contato com nossa equipe e receba um atendimento personalizado.

 


Desenvolvido por TNB.studio